29 de set de 2008

DICAS DE CRASE I

Crase, na verdade, não é o nome do acento grave (`). É a ocorrência fonológica que acontece entre dois sons "a" (preposição + artigo/pronome demonstrativo) e que deve ser representado por esse sinal.
Mas, como identificar que determinado "a" tenha de ser craseado?
Isso tem ligação direta com o termo anterior (verbo ou nome) que, muitas vezes, traz em sua regência a preposição "a". Logo, teoricamente, para que se indique a crase, é preciso observar, primeiramente, as seguintes situações:

- O verbo que vem antes do "a" precisa ser TRANSITIVO INDIRETO (ex.: pertencer, obedecer, atender, assistir) e a palavra seguinte deve ser feminina ou estar especificada pelos pronomes AQUELE, AQUELA e AQUILO:
Ele pertence àquela facção (Ele pertence a aquela facção).
Bianca costuma obedecer às leis (Bianca costuma obedecer a as leis).

- Mesmo que o verbo não seja transitivo indireto, mas apresente preposição "a" antes de ADJUNTO ADVERBIAL, se a palavra seguinte for feminina ou for iniciada pelos pronomes AQUELE, AQUELA e AQUILO terá indicação de crase:
Felipe chegou a Sessão do Congresso atordoado ("...chegou a a Sessão do Congresso...")
(Verbo CHEGAR é intransitivo, mas exige a preposição a para indicar a que lugar alguém chegou)
Mohmmed foi àquela festa sem querer ("...foi a aquela festa sem querer.")

Seguindo essa linha de raciocínio, entende-se que dentro da função de SUJEITO jamais haverá crase, pois não se tem origem de uma preposição "a", tão-somente ocorre o artigo ou pronome demonstrativo:
Aquela casa não é muito segura./A casa não é muito segura
SUJEITO


Algumas expressões sempre sugerem o uso da crase, desde que o termo seguinte seja uma palavra feminina ou um dos três pronomes demonstrativos vistos acima. São elas:

DEVIDO A, EM RELAÇÃO A, NOMINAL A, PROPENSO A, etc.


Devido (a as) às Eleições Municipais, não haverá rodada do Campeonato Brasileiro.
O cheque deverá ser nominal (a a) à empresa contratada.

Por isso, para o uso adequado do acento indicador de crase, é preciso conhecer igualmente a regência dos nomes e dos verbos.
Por enquanto, é só. Ainda discutiremos muitos outros aspectos inerentes ao acento indicador de crase ou, simplesmente, acento grave.

Nenhum comentário: