6 de nov de 2008

DIFERENÇAS COMPORTAMENTAIS (CASSILDO SOUZA)

Quem era você,
Tão simples, singela, inocente?
Agora bem diferente
Totalmente sem razão.
Mudou os seus conceitos
Rompeu com toda a vida
Tão minada, tão sofrida.
Quem era aquela menina,
Desprovida de idéias passionais
Sonhando em conquistar um mundo
De uma forma tão sincera.
Mera foi a coincidência
Esperando acontecer
Um milagre inexistente
Aguardando o perdão.
Você já não é mais o que esperei
Me enganei, porque mesmo quis
Ser ingênuo ao ponto máximo
De buscar a coerência
Ficando na imensidão
Desse tamanho vazio
Que me preenche por completo
Nessa hora de desilusão.

Nenhum comentário: