11 de nov de 2008

A DOLOROSA HORA DE PARTIR

Cassildo Souza

Tem cuidado na ida,
Que o caminho é sinuoso
Precaução na hora da partida
Não vás pelo lado tortuoso
Anda na sombra, mas beija o sol também
Divisa o verso e o anverso
Separa o que falta do que está além.
Perdoa qualquer choro que te causei
A minha ausência deverá ser um alívio
Mas aqui estarei sempre a teu juízo
Dá notícia de tua nova vida
Ficarei ansioso por saber
Como vais, as tuas novas formas de viver
Tuas conquistas, longe agora de teu algoz
Entendo que tu vás
Compreendo o que almejas
Sei de teus sonhos que não podem acabar
Cresce, que ficarei te acompanhando
Mesmo longe, te terei sempre em mim
Fica do lado do bem, sempre
Em qualquer situação.
Adeus.

Um comentário:

Anônimo disse...

aiii que lindo
profundo....
lindo mesmo
By: Cristiny