24 de nov de 2008

RESOLUÇÃO DE QUESTÕES UFRN 2009 (PRIMEIRA MÃO)

Para os meus queridos alunos segue a resolução de três questões da UFRN - Vestibular/2009, realizada hoje (2 º dia de provas):
1. (UFRN/2009) Observe, no balão inserido no folheto, a fala do motorista. A relação semântica que, de modo implícito, o segundo período mantém com o primeiro é a mesma que se estabelece entre os períodos desta opção:
A) Não esqueça o cinto de segurança. Não beba antes de dirigir.
B) O motorista tinha experiência. Não conseguiu evitar o acidente.
C) O motorista atropelou um pedestre. Prestou socorro à vítima.
D) Não buzine defronte a um hospital. Isso perturba os pacientes.

Reprodução da fala do motorista no balão:

“Está bem querida, vou desligar. Falar ao celular no trânsito sai muito caro”.

Esta é mais uma questão de período composto, que não traz nenhuma referência à classificação de orações. Na fala reproduzida acima, o segundo período mantém uma relação de explicação com o primeiro. Ou seja, poderíamos substituir o ponto por qualquer conjunção explicativa (porque, uma vez que, pois) que a relação semântica seria a correta. A única alternativa que também apresenta essa relação é a letra “D”. A explicação para não buzinar defronte a um hospital é que “isso perturba os pacientes”.

Nas demais alternativas, a colocação de uma conjunção explicativa tornaria incoerente essa relação. Na letra “A”, a relação é de acréscimo; na letra “B”, de oposição; e na letra “C”, pode ser de acréscimo ou de conclusão.


2. (UFRN/2009) A transcrição da fala do motorista na qual as vírgulas estão empregadas conforme o padrão culto da língua é:
A) Está bem, querida vou desligar. Falar ao celular no trânsito, sai muito caro!
B) Está bem, querida, vou desligar. Falar ao celular, no trânsito, sai muito caro!
C) Está bem querida, vou desligar. Falar ao celular no trânsito, sai muito caro!
D) Está bem querida, vou desligar. Falar ao celular, no trânsito sai muito caro!

Temos de analisar algumas questões. O uso do vocativo, por exemplo, exige obrigatoriedade de vírgula, então, o termo “querida” teria de ser marcado por esse sinal de pontuação. Se no início ou final, apenas uma vírgula; caso aparecesse de maneira intercalada, seriam duas vírgulas.
Por essa informação, já teríamos a letra “B” como sendo a resposta, já que o vocativo está intercalado (ou seja, no meio da oração). No segundo período da letra “B” o termo “no trânsito” classifica-se como adjunto adverbial intercalado (indica temporalidade) e, nesse caso, também deveria aparecer entre vírgulas. Quanto às demais alternativas, a letra “A” apresenta a falta de uma vírgula no primeiro período e no segundo período, ou deveria haver duas vírgulas ou nenhuma; as letras “C” e “D” apresentam o mesmo erro da “A”; e a letra “D”.

3. (UFRN/2009) No slogan CELULAR: Não Fale no Trânsito, uma característica da função conativa da linguagem é
A) a objetividade da informação transmitida.
B) a manutenção da sintonia entre a STTU e o público-alvo.
C) o esclarecimento da linguagem pela própria linguagem.
D) o emprego do verbo no modo imperativo.

Questão muito simples. Uma das marcas principais da função conativa é o emprego de verbos no imperativo. Lembre-se que a finalidade principal desse tipo de texto é referir-se ao leitor, tentando-o convencer sobre determinada ponto que se defende. Então, a forma verbal não fale estaria enquadrada nessa característica e, portanto, a resposta é a letra “D”.
Aguardem a publicação com a resposta das demais questões envolvendo a parte gramatical e de interpretação.

2 comentários:

Anônimo disse...

vc e show mesmo!!!!!!!!!! qual e o blog que tem em 1 mao estas respostas. Por isso, a cada dia que passa te admiro mais. Meu eterno professor.
BY: Vi

Soraia Barbosa disse...

Oi Cassildo, tudo bem?

Sua ajuda durante o ano todo valeu para que eu fizesse uma boa redação no vestibular. Concordo com a pessoa aí de baixo, "você é show", por isso que eu digo que és um mestre!

Um forte abraço.