10 de set de 2009

O SILÊNCIO (CASSILDO SOUZA)

Peço perdão por ter usado a palavra
Não mais me dirigirei à Tua Senhoria
Se era a minha voz o tormento
Tranqüiliza-te: eu me calarei
Não a ouvirás mais
Não mais ouvirás eu
Apenas deixa-me terminar
Mandar-te a mensagem que ainda resta
Para que não se tenham dúvidas
Para que não sobrem brechas
Um dia, esquecerás de ter-me ouvido
Não precisarás ter uma má recordação
Não serei eu culpado por não falar
Ficarás imune, permanecerás intacta
Continuarás a estrada
Sem que eu te seja a pedra
Os caminhos voltarão a brilhar
E eu sumirei a partir do meu silêncio.

Nenhum comentário: