25 de mar de 2010

COMO ESCREVER BEM SEM LER?

Cassildo


Pergunto: como saber de algo que nunca se viu? Como relatar um fato que nunca se presenciou? Como falar daquilo que não se conhece?

Pois é. Tem sido este o questionamento que faço nesses anos dedicados a preparar estudantes para a redação. É impressionante como pensam que o texto apareçará instantaneamente, como se fosse um arquivo baixado da internet, um "download". As pessoas estão mais preocupadas em querer adivinhar o tema do que propriamente saber como se escreve ou informar-se de tudo que anda ocorrendo.
Sem leitura, não há produção textual. Porque essa produção deve nascer do que está acumulado, das experiências, do conhecimento de mundo, do conhecimento teórico - adquirido na e fora da escola - das experiências em geral. Leitura é essencial, para que se tome o devido conhecimento das coisas.
O hábito de ler para poder produzir (entenda-se produzir como, inclusive, discutir sobre diversos temas oralmente) deve começar por aquilo que lhe é mais interessante. Não é necessário ler apenas os textos mais cultos, filosóficos, literários (os quais serão, sempre, essenciais), mas também direcionar-se àquilo que tem mais atrativo para o leitor, a fim de poder iniciar o processo de "habituação" aos livros.
Para quem quer se aventurar nos caminhos da escrita, a matéria-prima principal é a leitura. Sobre os temas que se acharem mais importantes, mas que se leia para que se possa juntar conteúdo concreto e aumentar o repertório vocabular. Somente assim, a pessoa estará habilitada a iniciar o processo de produção textual sem maiores traumas.

Nenhum comentário: