9 de jul de 2010

BABEL (GUILHERME ARANTES)

Creio nos mundos que virão
Das novas formas de poder
O poder na fé e na ciência
Creio na força da união
Na variedade do saber
Ambição de paz da inteligência

Nossos olhos podem ver
A imensa babel
Que nasceu e envolveu
Povos, raças e nações
Pelo engenho, pela arte
A intensa babel
Abre os muros, fecha os cortes
Põe em nós o sinal dos tempos.

Creio em melhores gerações
Em busca de um plano superior
A todo egoísmo e intolerância
Eu acredito em nossos filhos
Como acredita todo o pai
Na consciência livre
Surgirá outra era.

Eu acredito no milagre
Futuro nos surpreenderá
Com a decadência
Da linguagem da guerra.

Nenhum comentário: