19 de mar de 2011

Medalha-Lua-Cheia de Ouro (Cassildo Souza)

No horizonte dourada,

Uma medalha estendida no peito no Universo,

Foliada, inspirada,

Inspirando os rumores dos amores

Reflexos do planeta azul.

Na galeria, em forma e conteúdo

Ponto mais alto, pódio da Via Láctea

Iluminando redondo os versos.

Antes fora prata em cor exata,

Evoluiu, envelheceu,

Mas, continua intacta,

Apta à revolução

Dos mistérios noturnos

Que a rodeiam.

Nenhum comentário: