20 de mar de 2011

METEOROS (GUILHERME ARANTES)

Meteoros vão chover esta noite
Acender o facho do desejo
Tempos claros vão se abrir esta noite

Quem vai chegar
Vai trazer no sorriso o sol
úmido
De uma manhã
E o cabelo solto
Como o vento,
que é macio de tocar...

Olhos de céus
Infinitos a convidar
Como o mar
do verão
Com seus braços quentes
Astros tão brilhantes
virão mergulhar...

Meteoros vão chover esta noite
Acender o facho do desejo
Tempos claros vão se abrir
esta noite

Quem vai chegar
Vai trazer mil canções na voz
Toda a paz
crepuscular
Que há no limiar das trevas
Com as novas iluminações...

Vem misturar
O seu corpo perfeito ao meu
Apogeu
De um pulsar
Que há na intersecção
Da carne com o espírito
E do sonho com a ação...

Meteoros vão chover esta noite
Acender o facho do desejo
Tempos claros vão se abrir
Esta noite

In: ARANTES, Guilherme. Outras Cores. Polygram, São Paulo: 1996

Nenhum comentário: