PRESENTATION IMAGE

15 de jul de 2011

FUNÇÕES DA LINGUAGEM


FUNÇÕES DA LINGUAGEM

1. Função referencial, informativa, denotativa ou cognitiva: está centrada no assunto e no referente, é objetiva e informativa. Caracteriza-se pela 3ª pessoa e pela denotação.

O Brasil é um país devedor.

O Sol é o centro do nosso sistema planetário.

2. Função emotiva ou expressiva: está centrada emissor, veiculando suas emoções e sentimentos. O texto é crítico e subjetivo.

Meu Deus, o Brasil nunca mais vai pagar essa dívida!

3. Função conativa ou apelativa: está centrada no receptor, na tentativa de convencê-lo a tomar uma posição. Caracteriza-se pela persuasão, uso de imperativos e é comum em textos de publicidade.

Você não pode perder a promoção desta semana!

4. Função fática: está centrada no canal, visando estabelecer e manter contato com o nosso interlocutor.

Alô, alô, não desligue, não, ouviu?

5. Função metalingüística: está centrada no código, visando a explicar elementos constituintes de nossa língua: um professor em sua sala de aula, um livro didático, um dicionário.

Adjetivo: palavra que dá qualidade aos substantivos, especificando-os ou modificando-os.

6. Função poética: está centrada da mensagem, valorizando a maneira como esta é transmitida: o ritmo, o vocabulário conotativo, a sonoridade têm influência no conteúdo das informações. O subjetivismo é preponderante.

Queria ter amado mais, ter chorado mais

Ter visto o sol se pôr.

(...)

Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração.

EXERCÍCIOS

I. Filho de rico é boy. Filho de pobre é motoboy.

(Rodrigo Batista de Moraes, motoboy que não conseguiu obter emprego com carteira assinada, em inscrição no seu capacete – Folha de São Paulo)

II. “Nossa língua cotidiana está algo distanciada da língua portuguesa, que é a oficial e, num certo sentido, é uma língua importada. Não raro viajamos entre toponímicos tupis.”

(José de Souza Martins, Folha de São Paulo).

III. “Uma pesquisa realizada com 2.131 alunos do primeiro ano do ensino superior em São Paulo revelou que a maioria (80%) declarou estar freqüentando o curso idealizado.”

(Verônica Fraidenraich, Folha de São Paulo)

01. As funções da linguagem exploradas nos textos são respectivamente,

a) fática, metalingüística e conativa.

b) poética, emotiva e referencial

c) emotiva, referencial e conativa

d) poética, metalingüística e referencial

e) conativa, emotiva e metalingüística

02. Em todas as alternativas, a palavra destacada marca, no processo comunicativo, a presença do receptor, caracterizando a função conativa. Isso só NÃO ocorre em:

a) DIGA – me o que comes e te direi quem és.

b) Não SEJA um mero administrador de vendas.

c) Não BASTA ter boas idéias.

d) A melhor companhia aérea é aquela que faz VOCÊ esquecer que está num avião.

e) VESTIBULANDO, estude conosco!

03. (COMPERVE – ASSIST. ADM. IFRN 2010)

Texto 1

Taça é um utensílio utilizado com função semelhante à do copo, ou seja, conter líquidos para serem ingeridos. As taças têm formato diferente do copo e, geralmente, são utilizadas em ocasiões mais formais e elegantes.

As taças também servem para premiar agremiações pela conquista de campeonatos e torneios, servindo de troféu ao vencedor.

Disponível em: . Acesso em: 25 abr. 2010.

Texto 2

Resposta do jogador Lúcio, capitão da Seleção Brasileira, ao Blog da Copa, quando perguntado se ele já havia se imaginado levantando a taça.

É uma situação complicada ficar toda hora pensando assim, mas sonho muito com isso. É meu objetivo e do grupo também. Não penso apenas em mim. Sei que seria o destaque naquele momento, como capitão, levantando a Copa, mas seria a vitória do grupo, e não apenas a individual. Seria o reconhecimento do sacrifício de todos, o sonho dos jogadores, das famílias e da torcida brasileira. Mas a caminhada é longa.

Disponível em: .

Acesso em: 25 abr. 2010.

Em relação à função da linguagem predominante em cada texto, podem-se fazer as seguintes afirmações:

A) no Texto 1, predomina a função metalinguística, pois usa-se a linguagem (o código), para definir e explicar um elemento da própria linguagem, como o vocábulo “taça”; no Texto 2, predomina a função emotiva, pois está centrado nas manifestações pessoais do emissor (opiniões, sentimentos e emoções) acerca do conteúdo transmitido.

B) no Texto 1, predomina a função referencial, pois a mensagem centra-se no receptor e organiza-se de forma a influenciá-lo, ou chamar sua atenção; no Texto 2, predomina a função poética, pois o entrevistado emprega metáforas para expressar o significado da taça para si.

C) no Texto 1, predomina a função referencial, pois o emissor procura fornecer informações da realidade, sem a opinião pessoal, de forma objetiva, direta; no Texto 2, predomina a função emotiva, pois o emissor (Lúcio) fala de suas expectativas em relação à Copa do Mundo.

D) no Texto 1, predomina a função metalinguística, pois caracteriza-se pela preocupação com a origem e o significado da palavra “taça”; no Texto 2, predomina a função conativa, pois o emissor (Lúcio) centra a mensagem no receptor, a qual é construída de forma a influenciá-lo a torcer pelo Brasil.

RESPOSTAS: 01-D, 02-C, 03-A.


Nenhum comentário: