26 de out de 2011

MANEIRAS DE INICIAR UM TEXTO ARGUMENTATIVO

SEQÜÊNCIA DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVA

PARÁGRAFO INTRODUTÓRIO – MANEIRAS DE CONSTRUIR

Há várias maneiras de se construir um parágrafo de introdução. Nele deve estar contida a TESE, que norteará todo o restante do texto. Nessa perspectiva, fazer uma boa INTRODUÇÃO constitui uma condição imprescindível para que a redação atinja seus objetivos e mantenha unidade, coerência e coesão.

1. CONCEITUAÇÃO – MANEIRA BASTANTE COMUM

"Violência é toda ação marginal que nos atinge de maneira irreversível: um tiro que se nos é dado, um assalto sem que esperemos, nosso amigo ou conhecido que perde a vida inesperadamente através de ações inomináveis..."

2. APRESENTAÇÃO DE DADOS ESTATÍSTICOS

"Hoje, nas grandes cidades brasileiras, não existe sequer um indivíduo que não tenha sido vítima de violência: 48% das pessoas já foram molestadas, 31% tiveram algum bem pessoal furtado, 15% já se defrontaram com um assaltante dentro de casa, 2% presenciaram assalto a ônibus..."

3. NARRAÇÃO DE ACONTECIMENTOS (FLASHES)

“A busca por explicações para os diversos matizes da personalidade mobiliza a ciência e a filosofia desde a Antiguidade.Na Grécia, Hipócrates, o pai da medicina, descreveu quatro tipos de personalidade, de acordo com a presença de determinadas substâncias no organismo. No Renascimento e na era moderna, o debate se deu principalmente em torno do grau de responsabilidade que a natureza e o ambiente teriam na formação da personalidade. Por todo o século XX, muitos pensadores se agarraram à tese de que o ser humano é produto apenas do ambiente.”

4. APRESENTAÇÃO DE INTERROGAÇÕES

"É verdade que, depois da porta arrombada, uma tranca é sempre nela colocada? Foi pensando assim que o governo nomeou, na última semana, a procuradora aposentada Anadyr de Mendonça Rodrigues para comandar a Corregedoria Geral da União, que tem status de ministério porque visa à apuração de todas as irregularidades cometidas no país."

5. CONTESTAÇÃO / REFUTAÇÃO DE OPINIÕES

“Entre os debates mais intensos que permeiam a sociedade atual, uma questão que não pode ser colocada em segundo plano certamente é a descriminalização do aborto. Os que defendem tal legalidade afirmam que, uma vez aprovada, a lei priorizaria o acesso a métodos seguros de extração, em caso de gravidez indesejada, com a justificativa se preservar a vida da mãe. Porém, o caminho mais coerente seria incentivar a prevenção, ao invés de se alimentar a prática de um crime na mais aceitável significação da palavra.

6. ALUSÃO HISTÓRICA

"Na Idade Média, no Renascimento ou até mesmo durante o Século das Luzes, a mulher esteve sempre à disposição da família, dos trabalhos domésticos e da criação dos filhos; somente no século XX ela ganha, ainda que não suficientemente, coragem para inserir-se no "mundo dos homens": pilota, dirige grandes empresas, constrói edifícios. "

7. CARACTERIZAÇÃO DE ASPECTOS FÍSICOS

"Um corredor superlotado, pessoas deitadas pelo chão, nas macas, sobre pias, em péssimas condições de higiene e de saúde: eis uma fotografia da perversa realidade brasileira na área da saúde."

Nenhum comentário: