26 de nov de 2011

DICAS DE REDAÇÃO - ELEMENTOS DE REFERENCIAÇÃO

· Evitar a expressão “o mesmo”/ “a mesma”; prefira “ele” e “ela”; “este”/”esta”;

· Diferenças entre este, esta isto / esse, essa, isso / aquele, aquela, aquilo:

ESTE, ESTA, ISTO: proximidade à pessoa que fala;

ESSE, ESSA, ISSO: proximidade à pessoa que ouve;

AQUELE, AQUELA, AQUILO: distância dos interlocutores.

Marcos, Teresa e João são ótimos alunos: enquanto aquele é muito centrado, essa é muito ativa e este muito criativo.

Este ano, tudo mudará (2011).

Esse ano de 2009 foi bastante proveitoso.

Aquela década de 60 foi mágica.

Este lápis é meu.

Esse seu computador está desligado.

Aquela menina que nós vimos passou para a universidade.

· Cuidados em pronomes relativos “no qual/em que” “do qual/de que” “cujo”, “o qual/que”. Não confundir “em que/no qual” com “onde”.

O aluno cujo professor inova sempre rende melhor.

1. O aluno sempre rende melhor;

2. O professor do aluno inova.

*Cujo deve ser usado quando houver dois elementos, um pertencente ou especificando o outro.

O professor que/o qual pesquisa inova constantemente.

1. O professor inova constantemente;

2. O professor pesquisa.

O professor de quem o aluno gosta tem menos trabalho.

1. O professor tem menos trabalho;

2. O aluno gosta do professor (de + o professor).

A pesquisa em que / na qual (não usar onde) nos apoiamos foi realizada em 2010.

1. A pesquisa foi realizada em 2010;

2. Apoiamo-nos na pesquisa (em + a pesquisa).

A cidade onde moro é calma.

1. A cidade é calma;

2. Moro na cidade.

· Evitar expressões como “desde os primórdios”, “ultimamente no Brasil” “na minha opinião”;

· Ter cuidado nas expressões conclusivas: nunca utilizar TODAVIA, CONTUDO, ENTRETANTO, NO ENTANTO. Utilizar POR ISSO, DESSE MODO, PORTANTO, DESTARTE;

· Verificar quantidade de linhas para não ultrapassar o número estabelecido, bem como para se chegar a esse limite;

· Evitar soluções genéricas, na conclusão; a solução deve primar por uma ação possível, concreta e específica;

· Erros de ortografia, de acentuação, de concordância, regência devem ser evitados ao máximo.

2 comentários:

Bruno Cézar disse...

Não sei o que aconteceu comigo! Eu esqueci de ler a proposta de redação na prova da UFRN desse ano :'(

Mesmo e tendo escolhidos 2 temas propostos, eu não os relacionei a melhorias da educação :(

Eu corro o risco de zerar a prova? Me ajuda Cassiano, por favor :'(

Me desanimei, estou muito triste, pois fui muito bem nas demais provas.

Abraços e parabéns pelo blog!

CASSILDO SOUZA disse...

É muito relativo, porque não tenho a sua redação em mãos. Às vezes, achamos que não relacionamos ao tema, mas - implicitamente - você pode ter relacionado às melhorias, sim. Pra zerar a redação tem de se fugir totalmente ao tema. Acredito que não tenha sido o seu caso. Não desanime, espere os resultados. Um abraço!