28 de dez de 2011

À FALTA DE PACIÊNCIA

Uma das mazelas que maculam nosso mundo, hoje, é a falta de paciência das pessoas. Na falta de consciência de que precisamos perseverar para vencermos; isso abrange desde a realização de tarefas rotineiras e, teoricamente simples de serem executadas sem tanta agitação, até os fatos mais complexos, para os quais é necessário ter muita habilidade e moderação em resolvê-los.

Olhemos o trânsito: hoje, até as curvas deixaram de ser observadas no momento da manobra; ninguém mais reduz a velocidade para dobrar a esquina, ao contrário, fá-lo como se adivinhasse o que há pela frente, colocando em risco a sua vida e a de outras pessoas. Há uma pressa inexplicável nesses indivíduos, que não se justifica, porque o tempo ganho por eles no final de seu trajeto é extremamente irrisório. Então, por que não ter um pouco mais de paciência?

Agora, analisemos a maioria dos adolescentes: verificamos neles o maior exemplo da falta de concentração que pode existir em qualquer segmento. Claro, devemos considerar a peculiaridade dessa fase na vida, mas não podemos deixar em segundo plano o quanto a pressa acaba se tornando vilã para esses mesmos jovens, que ficam apavorados quando se deparam com aspectos que fogem à sua linguagem. De novo, a impaciência constitui um comportamento que não traz muitos benefícios a eles. Carecem de um maior poder de reflexão e de raciocínio, em contraste com as fórmulas prontas e acabadas que tanto nos pregam.

A falta de paciência já provocou inúmeros desastres; muitas foram as operações policiais que acabaram em tragédia por causa da precipitação; muitos líderes governamentais já tomaram decisões que acabaram prejudicando-lhes por não pensarem mais de uma vez no que fariam; muitos estudantes já foram reprovados por professores radicais, que não refletiram sobre como lidar com casos específicos; pela falta de paciência, finalmente, inúmeras guerras já aconteceram, ratificando que o pensamento e a reflexão, se não promoverem benefícios, malefícios é que não trarão.

2 comentários:

Karlo Sérgio disse...

Excelente texto Cacildo.Concordo plenamente com suas argumentações.Além do mais, a falta de paciência provocar o estresse , um dos maiores responsáveis por doenças.
Um livro muito interessante sobre o tema é " O poder da Paciência" M. J. Ryam da Editora SExtante

CASSILDO SOUZA disse...

Obrigado, Karlão. Realmente, o estresse é um dos males do século XXI, vou procurar esse livro. Obrigado por prestigiar. Um abraço.