21 de jan de 2012

DÚVIDAS CRUEIS DE LÍNGUA PORTUGUESA


CESSÃO – SESSÃO – SECÇÃO
CESSÃO - SESSÃO - SEÇÃO/SECÇÃO. Como diferenciar?
1. CESSÃO (de ceder = doação, liberação): "A CESSÃO do prédio foi autorizada."
2. SESSÃO (reunião, atividade de entretenimento ou etapa de um tratamento de saúde): "Não pude comparecer à SESSÃO parlamentar de ontem."
3. SECÇÃO/SEÇÃO (parte de um todo, setor, departamento): "A SEÇÃO eleitoral foi aberta." / "A SEÇÃO de carnes fica no final."
MAIS – MAS
Diferenças entre MAIS e MAS = o primeiro é antônio de MENOS: "Quero MAIS carne"; o segundo é sinônimo de PORÉM: "Trabalho muito, MAS ganho pouco."

INICIAL MAIÚSCULA

A palavra Estado é usada com inicial maiúscula quando se referir à organização político-administrativa de uma nação, incluindo o seu governo e seus Poderes: "O Estado deve respeitar o cidadão" (O páis, a nação).

Usa-se inicial maiúscula antes de nomes próprios de pessoas, nomes de empresas, nomes de instituições oficiais, antes das palavras "país", "estado" "município", "cidade", quando estas estiverem em lugar das denominações: Cassildo, Central de Cursos, Instituto Federal de Teconologia do Rio Grande do Norte. O País precisa avançar (Brasil); O Município tem crescido (Natal); O Estado tem muitos turistas (Rio Grande do Norte).

Não se usa inicial maiúscula antes de festas pagãs, antes de nomes de dias da semana, antes das palavras "rua", "bairro", "avenida"ou dos meses do ano: carnaval, sexta-feira, dezembro, rua do Petróleo, bairro JK, avenida Teotônio Freire.

Nos plurais das siglas e abreviaturas, não se utiliza apóstrofo ('), é uma mania antiga, porém equivocada: CPFs (certo); CPF's (errado); RGs (certo); RG's (errado) (sempre iniciais maiúsculas e "s" minúsculo).

PORQUÊS

‎1. POR QUE (separado) = POR QUE RAZÃO: "POR QUE (razão) não vieste logo? / "Não entendo POR QUE (razão) as pessoas são invejosas." Em final de orações, é acentuado: "Não vieste logo POR QUÊ?".

2. PORQUE (junto sem acento) = POIS, EM VIRTUDE DE, POR CAUSA DE (em perguntas ou não): "Não vim logo PORQUE (POIS) me atrasei/ "Não veio logo PORQUE estava doente?"

3. PORQUÊ (junto e acentuado) = MOTIVO, RAZÃO, QUESTÃO. É substantivo, por isso vem, geralmente, acompanhado de artigo: "Não sei o PORQUÊ (o motivo, a razão) de sua atitude." / "Não entendo tantos PORQUÊS" (tantas questões).

ZAR ou ISAR?

Se na palavra original não existe "S", os verbos resultantes serão com "IZAR": ATUALIZAR, ORGANIZAR, SUAVIZAR, ETC.

Não se escreve QUIZER; o certo é QUISER; o certo é AVISAR, de AVISO; IMPROVISAR, de IMPROVISO; PESQUISAR, de PESQUISA; ANALISAR, de ANÁLISE.

TAMPOUCO / TÃO POUCO; SENÃO/SE NÃO; SEQUER/ SE QUER.

a) TÃO POUCO = Adv.+pron. indef. Indica intensidade: NÃO FAÇO BRIGA POR TÃO POUCO PROBLEMA (muito pouco problema/problema tão pequeno)
b) TAMPOUCO = Advérbio (também não/nem também): NÃO GANHEI FAMA, TAMPOUCO DINHEIRO. (nem também dinheiro).

a) SE NÃO = Conj.+adv. Indica condição: SE NÃO QUER SAIR, DIGA.
b) SENÃO = Conj./ Prep. (a não ser que): NÃO SABEMOS NADA, SENÃO O PRIMEIRO NOME (a não ser o primeiro nome) .

a) SE QUER = Conj.+verbo. Indica condição: SE QUER SAIR, PEÇA.
b) SEQUER = Advérbio (nem mesmo): NÃO CONSEGUI SEQUER O TELEFONE.

a) MAS = Conj. Advers. = porém: QUERIA VOLTAR, MAS NÃO CONSEGUI;

b) MAIS = pron. Indef. (oposto de MENOS): QUERO MAIS COMIDA.

OUTRAS DICAS

O certo é COMPREENSÃO, nunca COMPREENÇÃO; o mesmo vale para PRETENSÃO, jamais PRETENÇÃO; ANSIEDADE, "never" ANCIEDADE.

DE REPENTE, nunca DIRREPENTE; COM CERTEZA, jamais CONCERTEZA; A PARTIR é o certo, nunca valendo APARTIR.

AO ENCONTRO DE = Concordância, acordo: "Minhas idéias vão AO ENCONTRO DAS suas." (estão de acordo, convergem); DE ENCONTRO A = Discordância: "Minhas idéias vão DE ENCONTRO ÀS suas." (discordam, divergem).

CÍRCULO VICIOSO sempre estará correto em vez de CICLO VICIOSO: "A corrupção no Brasil já virou CÍRCULO VICIOSO" (Ou seja, uma bola de neve, em que tudo volta ao mesmo lugar).

É impressionante como se erram palavras escritas com "C" ou "Ç". Desde cedo, aprendemos que o "Ç" (cê cedilha) só deve ser usado antes de "a", "o", "u", "ão", mas as pessoas insistem em errar nesse quesito básico, escrevendo

Nenhum comentário: