20 de abr de 2012

DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA EM PROSA 2

O BRASIL COMO 6ª ECONOMIA MUNDIAL: CONTRADIÇÃO

Não há como negar que o Brasil tem sido observado de modo diferente no cenário econômico internacional. Em pouco mais de uma década, o salto dado pelo País começou a provocar o interesse de investidores e tornou-se possível não somente superar a grande crise mundial, mas também conquistar o posto de 6º lugar entre os países mais industrializados. Contraditoriamente, tal avanço não foi convertido ainda em melhorias concretas à população.

Um dos pontos que explicam tal paradoxo é a falta de investimento em educação e tecnologia, problema eternamente insolúvel, mesmo agora com a situação favorável. Escolas ainda sem equipamentos de informática, professores sem formação e, consequentemente, mal remunerados; áreas de ciências exatas (física, química e matemática) sem profissionais disponíveis; cidadãos sem o mínimo nível de leitura e compreensão textual. Tais aspectos travam o desenvolvimento do país, especialmente quando se sabe que o Governo facilita a entrada nas universidades, sem ter-se focado no ensino básico, inversão prejudicial ao crescimento.


Outro fator que se torna contrastante ao bom momento econômico que o Brasil atravessa é a má distribuição de renda, mais um crônico problema. A riqueza existente foi parar nas mãos de pouquíssimos indivíduos, enquanto grande parte da população brasileira vive - se não de esmolas como antes - mas do Programa Bolsa Família, cujo valor global é gigantesco, porém individualmente é irrisório.

Nessa perspectiva, a dualidade reforça a idéia de que não basta estar entre os mais ricos; é preciso que isso se converta em mais educação, mais cultura, maior qualificação. Quando se têm esses bens acessíveis, a distribuição de renda passa a ser mais justa e a diferença entre ricos e pobres diminui. Dessa forma, seria vantajoso ter a 6ª economia mundial. Do contrário, só os que já são privilegiados continuarão a se beneficiar.

5 comentários:

luciano disse...

Meu querido por favor me ajude !!
Eu vou fazer a prova da caixa e como estou treinando preciso que alguem olhe está redação que fiz pra saber de garantia pelo menos 6 se fosse o tema. minha principal duvida e se consegui responder minha tese.

ME AJUDE!!

Primavera árabe é uma expressão data a uma série de movimentos civis em países árabes da África e Ásia contra o regime ditador e opressor de seus governantes, teve inicio na Tunísia após um cidadão atear fogo no próprio corpo em protesto a seus direitos que não eram respeitados. Cansada de ser explorada e oprimida a população Árabe busca liberdade e respeito por seus direitos.
O povo árabe de alguns países é oprimido por seus governantes, não podendo exercer direitos básicos como liberdade de expressão, direito de eleições justas, de imprensa, dentre outras comuns na maioria dos países ocidentais como exemplo Brasil e Argentina.
Percebe-se também que são cobrados altos impostos que não voltam pra população e beneficiam apenas a poucas pessoas na maioria das vezes ligadas ao governo, gerando assim mais descontentamento popular, e os que se opõe aos ditadores na maioria das vezes são punidos ou até mortos. Esse levante popular busca além de respeito básico a tão sonhada democracia, na intenção de traçar seus objetivos com a concordância da maioria e não apenas de uma pequena elite. A forma que encontraram de valer seus direitos foi ir às ruas e lutar com as próprias mãos exigindo os a força.
Conclui –se que uma sociedade se faz prevalecer pelo respeito e liberdade e quando esse preceitos não são respeitados, causam revolta e deixam os ditadores a mercê de respostas populares. Nem sempre vistas como corretas, mas muitas vezes a solução encontrada.

CASSILDO SOUZA disse...

Luciano, corrigi seu texto, mas o e-mail que você me passou não deve estar correto, pois a mensagem está voltando. Fiz uns ajustes, achei a estrutura do texto boa, você está no caminho certo. se puder indicar outro e-mail para eu te mandar a resposta ainda hoje, ficarei grato. Abraço!

Fábio disse...

Bom, já que o Enem é no próximo fim de semana, e primavera árabe é um fortíssimo opção de tema para a redação, decidi fazer está redação neste comentário, para q vc corrija ela, e me mande pelo e-mail: fabio18mm@hotmail.com

desde já eu agradeço...

Direitos sociais, lute pelo seu

Cada vez mais, estão acontecendo protestos, revoluções e manifestações por todo o mundo. Quase sempre, pelo mesmo motivo, direitos sociais. Pessoas como eu, que vivem em um país onde existe democracia, e o povo exerce sobre os seus direitos, pelo menos em parte, podem não se importar muito com revoluções como a Primavera Árabe. No entanto, quase todas concordam, que é do direito de cada cidadão, exercer sobre seus direitos.
Porém, quando tomamos conhecimento sobre o assunto, é que percebemos o quanto somos irresponsáveis, tolos, e até mesmo burros, quando por exemplo, vendemos nosso voto. Enquanto existem cidadões por todo o mundo, lutando pelos seus direitos, arriscando, ou até mesmo sacrificando sua vida, como aconteceu com o jovem libanês, que mesmo sem saber, deu início, a uma das maiores revoluções da história do mundo árabe.
E são por tais razões, que vejo a primavera árabe como um ótimo acontecimento do séc XXI, não somente para o mundo árabe e norte da África, mais para toda humanidade. Pois a partir destas manifestações, que por enquanto já derrubaram quatro ditadores, é que a sociedade abriu os olhos, para o mundo que os cercava, a primavera árabe, nada mais é, do que o despertar de um povo, que nunca teve direito, a uma simples liberdade de expressão. E que precisou, defender com unhas e dentes os seus direitos, que aos poucos vem sendo conquistados.
Portanto, devemos se espelhar nesses povos, que despertaram para uma realidade, da qual nós vivemos, porém não reconhecemos tal importância. Vamos lutar pelos nossos direitos, assim como os povos árabes estão fazendo, pois direitos sociais todos tem, basta cada um lutar pelo seu.

OBS:(queria que vc corrigisse td, mais td mesmo, de vírgulas a acentos, palavras, frases, sentidos, fuga parcial ao tema, fuga total ao tema, contrariedades, enfim...) conto com a sua ajuda, muito obrigado desde já, e Boa Noite...



Fábio disse...

Direitos sociais, lute pelo seu

Cada vez mais, estão acontecendo protestos, revoluções e manifestações por todo o mundo. Quase sempre, pelo mesmo motivo, direitos sociais. Pessoas como eu, que vivem em um país onde existe democracia, e o povo exerce sobre os seus direitos, pelo menos em parte, podem não se importar muito com revoluções como a Primavera Árabe. No entanto, quase todas concordam, que é do direito de cada cidadão, exercer sobre seus direitos.
Porém, quando tomamos conhecimento sobre o assunto, é que percebemos o quanto somos irresponsáveis, tolos, e até mesmo burros, quando por exemplo, vendemos nosso voto. Enquanto existem cidadões por todo o mundo, lutando pelos seus direitos, arriscando, ou até mesmo sacrificando sua vida, como aconteceu com o jovem libanês, que mesmo sem saber, deu início, a uma das maiores revoluções da história do mundo árabe.
E são por tais razões, que vejo a primavera árabe como um ótimo acontecimento do séc XXI, não somente para o mundo árabe e norte da África, mais para toda humanidade. Pois a partir destas manifestações, que por enquanto já derrubaram quatro ditadores, é que a sociedade abriu os olhos, para o mundo que os cercava, a primavera árabe, nada mais é, do que o despertar de um povo, que nunca teve direito, a uma simples liberdade de expressão. E que precisou, defender com unhas e dentes os seus direitos, que aos poucos vem sendo conquistados.
Portanto, devemos se espelhar nesses povos, que despertaram para uma realidade, da qual nós vivemos, porém não reconhecemos tal importância. Vamos lutar pelos nossos direitos, assim como os povos árabes estão fazendo, pois direitos sociais todos tem, basta cada um lutar pelo seu.

corrigia para mim, por favor...

CASSILDO SOUZA disse...

Obrigado por acessar, Fábio. Eu te darei retorno em breve. Se possível ainda hoje à noite. Grande abraço!