22 de dez de 2012

COTAS NÃO GARANTEM QUALIDADE NO ENSINO

Independentemente de ser contra ou a favor das cotas sociais (sou de posicionamento parcial), expresso-me alertando para o fato de que elas jamais resolverão o principal problema do Brasil: o ensino básico, este mesmo que não qualifica devidamente os nossos meninos; ainda assim, por uma questão de "igualdade", eles entrarão para a universidade, em sua maioria sem condições de acompanhar o curso, e farão parte de uma estatística que aumenta cada vez mais: 53% dos que iniciam a graduação não conseguem terminar. Há inúmeros analfabetos funcionais chegando às universidades por causa de políticas que os garantem lá. Não podemos nos esquecer de que a academia é lugar de difundir conhecimento e não de prestar assistência social. Garantir jovens nas universidades não pode ser um ato que venha antes de garantir-lhes no ensino básico. Quanto às cotas, creio que seja uma questão polêmica, isso é claro. Mas o foco é saber até quando vamos estabelecer políticas dessa natureza e, paradoxalmente, não olharmos para o ensino básico.

Nenhum comentário: