29 de jan de 2015



LISTA DE APROVADOS DA ESCOLA ESTADUAL "TRISTÃO DE BARROS"

A ESCOLA ESTADUAL TRISTÃO DE BARROS apresenta a relação de alunos aprovados para o ensino superior, via SISU ou contemplados com bolsas integrais em universidades particulares, pelo desempenho nas provas do ENEM / 2014):
1.Esdras Emanuel Costa da Silva(Física-UFCG) 
2.Felipe de Souza Araújo (Química-UFRN) 
3 Nayara Louíse de Araújo Dantas (Gestão Hospitalar-UFRN), 
4 Fernanda Letícia da Silva Félix (Agroecologia) 
5 Fábio Mateus Medeiros de Mascena (C&T-UFERSA) 
6 Ana Layara de Morais (Enfermagem-UFRN/FACISA), 
7 Denilson do Nascimento Silva (Teatro-UFRN) 
8.Fábia Sayonara Lafayete da Silva (Teatro-UFRN) 
9 Marcos Ígor de Farias C&T-UFRN) 
10. Ana Cláudia da Silva (Pedagogia-UFRN)
11.Maria do Socorro da Silva Santos Neta (Farmácia-UFRN)
12. Aparecida Thandara Dantas Silva (Geografia-UFRN)
13. Millena Sabrina Lopes (Matemática-UFCG)
14. Maria Clara Pereira de Sousa (Enfermagem-Uni/RN - Bolsa Integral)
15. Emanuel Matheus Marques Gomes (Gastronomia-UnP-Bolsa Integral)
16. Myrna Rafaela Rangel da Silva (Arquitetura e Urbanismo - UnP - Bolsa integral)
17. Maria Teresa Bezerra Gomes (Turismo - UFRN)
18. Emmanuele Fernanda de Medeiros (Alimentos - IFRN Tecnológico)
19. Maria Luísa Alves da Silva Eng. Elétrica - UFRN (2014.2)
20. Antoniel Marques de Lima (Geografia - UFRN)

21. Thiago Andrade Cândido (Administração - UFRN)
22. Thiago Anderson de Brito Araújo (Filosofia - UERN / Fisioterapia-UFRN)
23. Bruno Álan dos Santos Rodrigues (Matemática-UFRN)
24. Lucemária Dias Dantas (Mara Mara Dias) (Letras/Espanhol-UFRN)
25. Jonas Eduardo dos Santos Ferreira (Letras/Espanhol-UFRN)
26. Abigail Dantas Teixeira (Administração - UFRN)
27. Lidiane Pontes Dantas (Turismo - UFRN)
28. Emília Mariana Guedes Duarte (C&T - UFRN).
29. Rita Emanuela Santana (C&T - UFRN)

É um número bastante significativo, o que nos faz agradecer a toda a equipe de apoio, de professores, gestores, supervisores, aos pais que confiam em nosso trabalho e, principalmente, aos alunos, que são os verdadeiros protagonistas desses resultados maravilhosos. Com a lista de espera, provavelmente ainda teremos nomes acrescidos à presente relação. Isso significa que não estamos acomodados. Tudo é fruto de muito trabalho.



22 de jan de 2015

QUAL A DIFERENÇA ENTRE Sisu E ProUni?

Galera, muita gente tem dúvidas sobre a diferença entre ProUni e Sisu. Basicamente, a diferença entre os dois sistemas é que o primeiro usa a nota do Enem para cursos em instituições PRIVADAS, enquanto que o segundo funciona de mesma forma, porém selecionando alunos para instituições PÚBLICAS de ensino superior.
Nos dois casos, não importa se o aluno é proveniente de escola pública ou particular, para concorrer às vagas. Isso conta apenas no caso da política de ações afirmativas (cotas).

 

20 de jan de 2015

SISU ABERTO ATÉ DIA 22 DE JANEIRO


O Sisu - Sistema de Seleção Unificada para as universidades públicas está aberto desde esta segunda-feira, dia 19.01.2015, oferecendo mais de 205 mil vagas em mais de 120 instituições de ensino superior, com base na nota do ENEM/2014.

Cada instituição possui sua política de seleção para o ingresso no ensino universitário, desde que o candidato tenha obtido médias mínimas acima dos 450 pontos. As notas podem variar, conforme os pesos utilizados nos mais variados cursos.

O Sistema fechará às 23h59 do dia 22 de janeiro, quinta-feira, e valerá a última alteração procedida pelo candidato, que poderá -  no período de inscrição - modificar quantas vezes achar conveniente o curso, a instituição e as opções.  No primeiro dia, mais de 1 milhão e 200 alunos se inscreveram.

Até a tarde hoje, a UFRN/Campus de Caicó/RN apresentava a maior nota de corte para medicina, em todo o Brasil: 869,98. 


16 de jan de 2015

QUAL A NOTA IDEAL PARA A REDAÇÃO DO ENEM 2014?

A galera está com dúvida sobre que nota seria a ideal na redação no ENEM. Qual seria um parâmetro confiável? A partir de quanto a minha nota seria considerada boa?
Isso depende do desempenho dos outros candidatos. O gráfico a seguir nos mostra uma dimensão das notas atingidas.
Apenas 8,38% dos candidatos atingiram, nesta edição, uma nota superior aos 700 pontos, o que representa uma diminuição em relação a 2013. Ou seja, passar desse limite significa que o candidato teve uma performance boa, já que a análise deve ser feita tomando por base o desempenho dos concorrentes. Acima dos 800, apenas 2,39%; acima dos 900, trata-se de um grupo muito seleto: 0,58% de todos os participantes.
Por outro lado, a quantidade de candidatos que não alcançaram os 300 pontos, incluindo-se aqueles que zeraram a redação, passa de 1 milhão, equivalente a 19,22%. Preocupante!
Para resumir, quem superou os 700 pode-se considerar com uma participação satisfatória na produção textual.



15 de jan de 2015

REDAÇÕES NO ENEM 2014!


Apenas 250 candidatos conseguiram nota máxima no ENEM. Num exame com 6 milhões e 100 mil participantes, esse número é equivalente a 0,0041% do total. É um número pequeno e alguns textos, ainda assim, nem sempre apresentam-se perfeitamente redigidos.
No geral, as redações com nota máxima atendem aos critérios: não apresentam desvios gramaticais relevantes, posicionam-se claramente e com capacidade de síntese (são apenas 30 linhas para a redação) e seguem uma linha de raciocínio única, ou seja, apresentam unidade.
É mais do que comum, especificamente na prova do ENEM, que um texto com nota máxima tenha algum erro como, por exemplo, a não colocação do acento grave em uma ocorrência. As redações com nota máxima SEMPRE são redações bem redigidas. A linha de raciocínio é livre, porque há incontáveis possibilidades de se abordar os temas sugeridos na proposta de redação, a qual norteia o candidato sobre o que discorrer. Desconsiderar isso é fazer uma redação "no escuro".
Há, por outro lado, textos muito bons que chegam a zerar, uma vez não atendidos os critérios solicitados. O texto pode ser coeso, coerente e claro, mas fugir totalmente ao tema sugerido. É raro? Nem tanto! Se o candidato escrever algo que desrespeite os DIREITOS HUMANOS, o seu texto valerá zero. Isso é trabalhado anualmente pelos professores das escolas e dos cursinhos, mas a falta de atenção ou de prática nos meses que antecedem à prova normalmente se revela no momento crucial.

14 de jan de 2015

AO TRABALHO SEMPRE!

O bom mesmo é trabalhar, no sentido mais próprio que a palavra pode ter. Ser operário, buscar realizar as coisas. Quanto mais houver oposição, melhor será o resultado, para não haver acomodação. Então, as críticas dirigidas são importantes, desde que elas sejam superadas pelas virtudes, num número significativamente maior.

13 de jan de 2015

MAIS DE 529 MIL CANDIDATOS ZERARAM A REDAÇÃO, SEGUNDO MEC

Não gosto de ler, as músicas que ouço não têm letra, passo o dia na rede zoando todo mundo e mostrando meus "dotes". Escrevo "arrazar", "compreenção", "pretenção" em todas as situações; não sei direito a diferença entre CANTA e CANTAR ("Ele canta" ou "Ele cantar"?); acho careta quem estuda e que dá prioridade a isso.
Na sala de aula, meu hobbie é mexer no celular enquanto os professores tentam - sem sucesso - minha atenção. Eu quero mais é que a aula passe rápido, aquela chatice sem fim; acho massa gazear, que é moderno. Nunca fiz uma revisão dos conteúdos anuais para me inteirar de minha própria evolução. Acho isso uma tremenda perda de tempo.
É claro que a culpa não é só minha, já que nos níveis básicos em não fui incentivado a isso. Nem mesmo em casa, já que meus pais sempre se viam livres de mim, quando eu saía para a escola, contra minha vontade.
Há muitos fatos a contar aqui, mas eu passaria mais de 24 horas.
Para resumir, eu tirei zero na redação do ENEM. Faço do universo de 529 mil outros alunos na mesma situação. Minhas orações não serviram, porque elas teriam de funcionar aliadas aos estudos. Foi mal!



8 de jan de 2015

SÓ O EXERCÍCIO LEVA À PERFEIÇÃO

Só o exercício leva à perfeição: é assim quando se malha na academia; é assim para um ator que precisa "decorar" o texto; é assim quando se está aprendendo a dirigir; é assim para quem é atleta de alto rendimento; é assim para quem é músico.
Por que com os estudos seria diferente?