14 de mai de 2017

PARABÉNS A TODAS AS MÃES, EM ESPECIAL À MINHA!


Minha homenagem à minha mãe (estendendo-se a todas as outras mães), a qual me ensinou os caminhos mais corretos e mais dignos. Lutou arduamente para nos criar, num tempo em que as condições eram bem piores do que hoje. 
Obrigado, minha mãe, por existir, e por me fazer melhor.
Eu te amo!





23 de abr de 2017

7 ERROS E 3 ACERTOS


1 - Eu vou mim molhar.
2 - Quero algo para eu fazer.
3 - Não vou mas chorar o leite derramado.
4 - Queria está na lua ou em Marte.
5 - Não queira advinhar as coisas.
6 - Minha compreenção não chega a tanto.
7 - Conheço várias pessoas anciosas;
8 - Ela já chegou do cabeleireiro?
9 - Nesta época, nasce muito imbu. 
10 - É muito impecilho para o trabalhador brasileiro.sileiro.

8 de mar de 2017

RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DA COMPERVE (UFRN) VIA YOUTUBE

Se você vai realizar alguma seleção promovida pela Comissão Permanente de Vestibular (Comperve)/UFRN, fique atento ao estilo inconfundível na banca, nos processos de educação superior a distância, concursos públicos para diversos órgãos ou seleção para reocupação de vagas residuais.

Numa série em vídeos do YouTube, estamos resolvendo provas e questões daquela Comissão, no intuito de oferecer subsídios a candidatos que desconhecem o estilo da organizadora, que apresenta sempre peculiaridades nos conteúdos e na forma de cobrá-los.

Clique sobre os vídeos abaixo para ter acesso às aulas.

Grande abraço e bons estudos!

Prof. Cassildo Souza.

Resolução de Prova Comperve 2016 (Parte 01)



Resolução de Prova Comperve 2016 (Parte 02)


Resolução de Questão da Comperve (Concordância)

PARABÉNS A TODAS AS MULHERES DO BRASIL!


Às mulheres do nosso país - em especial minha mãe, esposa, sobrinha, alunas e colegas de trabalho - presto minha homenagem e meus respeitos por um dia que deve significar muito mais do que um ponto importante no calendário. Chegará o dia em que vocês dividirão verdadeiramente o mundo com os homens.

Vocês são nossa razão de existir.

Parabéns, mulheres! O que seria de nós sem vocês!

11 de fev de 2017

VÍDEOS DA SÉRIE "ACENTUAÇÃO GRÁFICA" NO CANAL "CASSILDO SOUZA"

Acentuação dos MONOSSÍLABOS




Acentuação das OXÍTONAS



Acentuação das PAROXÍTONAS


Acentuação das formas primitivas e derivadas dos verbos
TER e VIR

SÉRIE CRASE - casos facultativos

"Aquele filho dá orgulho A SUA/À SUA mãe."(possessivos femininos)
"Ele não queria obedecer A/À Ana." (nomes próprios femininos)
"Quando fui até A/À porta, todos já estavam esperando." (com a preposição "até").
As sentenças acima podem ser utilizadas com ou sem acento de crase. A facultatividade da crase se explica pela facultatividade do artigo definido, o qual pode ou não ser empregado nessas situações.
Simples, simples e simples.

SÉRIE CRASE - casos proibitivos

Todas as frases abaixo estão equivocadas gramaticalmente, pelos motivos entre parênteses.
1 "À partir de hoje tudo mudará." (diante de verbo)
2 "O jogador não definiu nada com respeito À futuro." (masculino)
3 "Cara À cara, eles não definiram nada." (palavras repetidas)
4 "Ele dedicou-se À áreas correlatas." ("a" singular + subst. plural)
5 "Estamos alheios À tudo." (diante de pronomes pessoais, indefinidos, relativos)

Aprender pelos casos proibidos é bem mais prático. Filtra-se melhor na hora de decidir o texto.

7 de fev de 2017

SÉRIE "PORQUÊS"

3 - "PORQUÊ"
Substantivo que significa MOTIVO, RAZÃO, QUESTÃO, DÚVIDA ou cada um dos casos de emprego de seus homônimos. Seu emprego quase sempre está condicionado à presenca do artigo definido (O, A, OS, AS).
"Não entendo o PORQUÊ dessas dúvidas."
"São tantos PORQUÊS a se responder."
"Aprenda o emprego correto dos PORQUÊS."
Simples e prático. Não erre!

SÉRIE "PORQUÊS"

2 - PORQUE
Palavra que indica CAUSA, MOTIVO, RAZÃO, EXPLICAÇÃO. Quando expressa a explicação, é substituível por POIS. Pode ser empregada em afirmativas ou interrogativas:
"Eu não vim PORQUE não houve tempo."
"Desligue a TV, PORQUE (POIS) não há ninguém assistindo."
"Ele atrasou PORQUE acordou tarde?"
Como se vê, é bem simples seu uso.
Tenha sempre atenção.

5 de fev de 2017

SÉRIE "PORQUÊS"- 1 (POR QUE)

Trata-se de dois vocábulos: o primeiro é PREPOSIÇÃO; o segundo, PRONOME RELATIVO e por isso é sempre seguido pelo substantivo "motivo" (expresso ou subentendido). Também pode substituir PELO QUAL e suas flexões. No final de orações, recebe acento circunflexo (^). Vejamos exemplos:

"POR QUE você não veio?" (por que motivo)
"Não sei POR QUE você não veio." (por que motivo)
"A cidade POR QUE passamos era esquisita." (pela qual passamos)
"Você não veio POR QUÊ?" (por que motivo)

Exige cuidados, mas não é coisa de outro planta.

31 de jan de 2017

"POR TANTO" e "PORISSO" - ERROS BASTANTE COMUNS

"Não gosto de brincadeiras, POR TANTO pare já!"
"Não gosto de brincadeiras, PORISSO pare já!"

Duas sentenças com mesma semântica e curiosamente com palavras escritas equivocadamente. Na primeira, a palavra deve ser uma só: PORTANTO; na segunda, trata-se de dois vocábulos os quais não devem ser juntados: POR ISSO.
Em ambos os casos, a ideia passada é a de conclusão.
PORTANTO, não as escreva de modo inadequado. 
POR ISSO, é tão importante a leitura.

30 de jan de 2017

"ÉUS" ou "ÉIS"?

"Vamos agora à entrega dos TROFÉIS."
Primeiramente, vamos empregar corretamente a palavra para que a cerimônia tenha consistência e credibilidade.
O plural das palavras terminadas em "ÉU" (CÉU, TROFÉU, MAUSOLÉU) faz-se simplesmente acrescentando o "s" ao singular; terminando em "EL", trocamos o "L" por IS e acrescentamos um acento agudo no "e", como em PAINEL (PAINÉIS).
Assim, a frase acima encontra-se inadequada gramaticalmente. O correto seria "Vamos agora à entrega dos TROFÉUS".
Uma dúvida muito comum cujo erro passa muitas vezes despercebido.
Cuidado!


26 de jan de 2017

SISU/2017 - PRORROGAÇÃO


                                                       Clique AQUI para ver a matéria

SISU/2017 - BÔNUS COMO FORMA DE POLÍTICA AFIRMATIVA

É permitida a utilização de bônus à nota do candidato como forma de política de ação afirmativa no Sisu?
Sim. O sistema faculta às instituições a adoção de um bônus como forma de ação afirmativa. A instituição atribui uma pontuação extra (bônus), a ser acrescida à nota obtida no Enem pelo candidato. Nestes casos, o candidato beneficiado com a bonificação concorre com todos os demais inscritos em ampla concorrência.

SISU/2017 - NOTA DE CORTE

Como é calculada a nota de corte de cada curso que o Sisu informa como referência?
Durante o período de inscrição, uma vez por dia, o Sisu calcula a nota de corte (menor nota para o candidato ficar entre os potencialmente selecionados) para cada curso com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência.
Atenção: a nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição, não sendo garantia de seleção para a vaga ofertada. O sistema não faz o cálculo em tempo real e a nota de corte é modificada de acordo com a nota dos inscritos. A nota de corte só será informada pelo sistema a partir do segundo dia de inscrição.

SISU/2017 - COMO É INFORMADA A NOTA DO ENEM AO SISU?

No momento em que o candidato insere no sistema o número de inscrição e a senha do Enem de 2016, o Sisu recupera, automaticamente, as suas notas obtidas no exame.

4.2 - As instituições adotam pesos diferentes para as notas do Enem de 2016? Como o Sisu calcula a nota nesses casos?

Algumas instituições participantes do Sisu adotam pesos diferentes para as provas do Enem. Assim, quando o candidato se inscreve para curso que tenha peso diferente, adotado pela instituição, para determinada prova do Enem de 2016, o sistema faz automaticamente o cálculo, de acordo com as especificações da instituição. É então gerada uma nova nota, a ser apresentada ao candidato.

4.3 - É possível que um mesmo candidato tenha notas diferentes para cursos diferentes?

Sim. Como as instituições participantes do Sisu podem atribuir pesos diferentes ou bônus nas provas do Enem de 2016 para cada curso, a nota do candidato pode variar de acordo com os parâmetros definidos pela instituição.

SISU/2017 - 1.ª e 2.ª OPÇÕES

Candidato selecionado em 1ª opção:
O candidato selecionado em sua primeira opção só terá esta oportunidade de fazer sua matrícula. Assim, é importante que fique atento aos prazos: se for selecionado em primeira opção, independentemente de efetuar ou não sua matrícula na instituição de ensino, não será selecionado novamente.
Candidato selecionado em 2ª opção:
O candidato selecionado em sua segunda opção, tendo ou não efetuado a matrícula na instituição, pode manifestar interesse em participar da lista de espera no curso que escolheu como primeira opção.
Assim, se o candidato já matriculado na sua segunda opção for convocado na lista de espera em sua primeira opção - por desistência de candidatos selecionados, por exemplo -, a realização da matrícula na vaga da primeira opção implicará no cancelamento automático da matrícula efetuada anteriormente na segunda opção.

BONUS OFERECIDO PELA UFRN SOBRE A NOTA DO ENEM / 2016 - SISU/2017


Pessoal, cada universidade poderá adotar suas próprias políticas afirmativas - além daquelas já previstas na Lei nº 12.711/2012 (Lei de Cotas). Também - cada instituição - estabelecerá os pesos das notas de acordo com suas conveniências. Então, a nota "bruta" obtida no ENEM tenderá a se modificar no momento da inscrição no SISU.

Lembre-se que, assim sendo, cada universidade tem seu próprio edital para determinar esses pontos. É preciso acessar o site delas para as devidas informações que são adicionais àquelas já constantes no SISU.
Por exemplo, o bônus de 20% que a UFRN oferece aos candidatos do interior como forma de incentivo (ARGUMENTO DE INCLUSÃO REGIONAL) é estabelecido por uma Resolução CONSEPE 177/2013, disponível no link: https://sistemas.ufrn.br/shared/verArquivo…

Fique atento!

23 de jan de 2017

CALENDÁRIO SISU/2017.

Site do SISU já se encontra ativo (www.sisu.mec.gov.br). O Sistema de Seleção Unificada estará disponível para inscrições de 24 a 27 de janeiro de 2017 e oferecerá 228 mil vagas em UNIVERSIDADES PÚBLICAS.

O resultado da seleção será divulgado dia 30 de janeiro. Acompanhe o cronograma.

"TÃO POUCO" / "TAMPOUCO" - QUAL A DIFERENÇA?

"Por TÃO POUCO dinheiro não vou trabalhar!"

"Ele não trabalha TAMPOUCO estuda."

Já parou para observar que essas formas são diferentes?

Apesar de não se revelar diferença na pronúncia, elas se distinguem quanto à grafia: a primeira equivale a MUITO POUCO (TÃO = MUITO - adv. intensidade), por isso é separada, são duas palavras; a segunda é uma composição, formando um único vocábulo com alteração ortográfica, equivalendo a NEM.

Ou seja, "Ele não trabalha NEM estuda".

video

Simples.Basta cuidado na hora de escrever.

22 de jan de 2017

PARA "MIM" ESTUDAR ou PARA "EU" ESTUDAR?

"Este conteúdo é para MIM estudar" ou "Este conteúdo é para EU estudar"?

Dúvidas com pronomes são recorrentes. Cuidado neste caso! 

Quando houver infinitivo (ESTUDAR, VENCER, TRABALHAR) depois do eventual pronome, nunca use MIM; use sempre o pronome EU.

"Este conteúdo é para EU estudar". 

Só assim seu estudo terá resultado!

video

21 de jan de 2017

BARBARISMOS - TROCA DE LETRA NA ESCRITA/PRONÚNCIA DAS PALAVRAS.

"O PADASTRO ficou com a guarda da criança".
"A humanidade está muito SUPÉRFULA".
"O ESTRUPO não foi consumado".
"O jacaré é um tipo de LARGARTO?" 

Casos de BARBARISMOS. Troca de letra na escrita/pronúncia. Cuidado. As palavras destacadas acima estão erradas quanto à sua grafia. Não se trata de aprender regras aqui. São palavras conhecidas e é preciso atenção ao empregá-las.

Corrigindo as frases:

"O PADRASTO ficou com a guarda da criança".
"A humanidade está muito´SUPÉRFLUA".
"O ESTUPRO não foi consumado".
"O jacaré é um tipo de LAGARTO?" 


Não erre!

20 de jan de 2017

"APARTIR"?

"APARTIR de hoje tudo vai mudar."

Espera-se que mude também a escrita da expressão acima. 

Comumente é escrita - equivocadamente - como sendo apenas um vocábulo. É simples: A PARTIR significa A COMEÇAR, A INICIAR, portanto, é uma expressão formada por "a" + verbo, indicando o início de determinada etapa.

Então, A PARTIR de hoje, não escreva erradamente. 

Outro alerta: não há sinal indicativo de crase (`), visto que antes de verbos isso não é possível.

19 de jan de 2017

"ENXERGAR" ou "ENCHERGAR"?

"Preciso ENCHERGAR melhor as coisas".

Inclusive a maneira como se escrevem as palavras. É muito comum essa e outras palavras serem confundidas quanto ao uso do "X" e "CH". A palavra destacada acima está errada ortograficamente.

Geralmente as palavras iniciadas em "EN" tendem a serem escritas com "X": ENXergar, ENXame, ENXurrada, ENXoval, ENXofre.

As exceções ficam por conta de ENCHer (CHEIO) e ENCHarcar (CHARCO) por causa de suas palavras primitivas.

Então, nunca mais ENCHERGUE; prefira sempre ENXERGAR.

18 de jan de 2017

ENEM PASSARÁ A SER EXCLUSIVO PARA ENTRADA NAS UNIVERSIDADES


MUDANÇAS NO ENEM - CONSULTA PÚBLICA


MEC DIVULGA NOTAS DO ENEM - SISU INICIARÁ DIA 24.01

 
Link original da matéria:

http://g1.globo.com/educacao/noticia/sisu-disputa-por-238-mil-vagas-em-universidades-publicas-comeca-dia-24.ghtml

"VÊ/VER - CRÊ/CRER - DÁ/DAR..." - DÚVIDAS PERMANENTES

Sobre estes verbos, eu já postei orientações no blogue e em vídeo do YouTube, mas sempre causam dúvidas. Vamos lá:

"Ele VÊ/CRÊ/LÊ/DÁ/ESTÁ..." ou "ELE VER/CRER/LER/DAR/ESTAR..."?

Primeira opção está correta, visto que os aqueles verbos - ao concordar com a 3.ª pessoa do singular - recebem acentos; a segunda opção não pode ser considerada, visto que os verbos ali estão no infinitivo impessoal, semelhante a "Ele FAZER/Ele ESCREVER...". no infinitivo, os verbos devem ser sempre acompanhados de um verbo auxiliar/flexível, formando locução verbal. 

Para resumir:

"Ele CRÊ na condição humana" (correto).
"Ele PODE CRER na condição humana" (correto).
"Ele VER chifre em cabeça de cavalo" (errado)
"Ele PODE VÊ chifre em cabeça de cavalo" (errado).

Abaixo, link com vídeo sobre o tema:

17 de jan de 2017

"S", "C" ou "Ç" ? NEM SEMPRE A REGRA É A MELHOR OPÇÃO.

"...mas é muita PRETENÇÃO."

"Espero sua COMPREENÇÃO."

"Estou muito ANCIOSO".

Todas são palavras escritas equivocadamente. Não se trata de 'decorar' uma regra. Esses vocábulos são muito comuns. É preciso atenção na hora de escrevê-las.

PRETENSÃO, COMPREENSÃO, ANSIOSO são as formas adequadas.

Revise sempre seu texto.

RESULTADO OFICIAL COM A NOTA DO ENEM 2016!


Fonte: http://portal.inep.gov.br/artigo/-/asset_publisher/B4AQV9zFY7Bv/content/id/600160

16 de jan de 2017

CONCORDÂNCIA COM "NENHUM DE NÓS" / "ALGUM DE NÓS".

"NENHUM de nós FEZ a atividade" ou "NENHUM de nós FIZEMOS a atividade"?

Cautela aqui! 

Com as expressões NENHUM DE.../ALGUM DE..., o verbo concorda no SINGULAR, ou seja, considera-se a unidade da expressão e não seus elementos.

Portanto, a segunda sentença é a adequada gramaticalmente.

"NENHUM DE NÓS FEZ a atividade" ou "ALGUM DE NÓS FEZ A ATIVIDADE" são frases corretas.

Fique atento!

"INFRINGIR" ou "INFLIGIR"?

"O agente INFRINGE A lei" ou "O agente INFLIGE a lei"?

Depende das intenções desse agente.

INFRINGIR significa contrariar, desobedecer; INFLIGIR significa aplicar, fazer valer. 

Portanto, gramaticalmente, as sentenças estão adequadas. Semanticamente, elas mudam: no primeiro caso, alguém desobedece à lei, enquanto que no segundo alguém aplica a lei.

Cuidado nessas palavras.

14 de jan de 2017

CUIDADO AO ESCREVER CERTAS PALAVRAS!

Cuidado!

Não existe a palavra ENTRETERIMENTO". É comum vê-la considerada dessa forma em muitos locais.

O adequado é ENTRETENIMENTO, do verbo ENTRETER, derivação de TER.

A ortografia é um dos pontos complexos de nossa língua.

MAS e MAIS: dupla trabalhosa na hora de escrever!

"Eu não aguento MAS você"; "Eu não queria, MAIS preciso ir". 

Devemos ter cautela com o uso de MAS e MAIS. 

Formalmente, as duas sentenças acima estão equivocadas. MAS é conjunção adversativa, sinônimo de PORÉM, TODAVIA, CONTUDO; MAIS é o oposto de MENOS ou apresenta sentido semelhante ao de JAMAIS, indicando o encerramento de um ciclo.

Então, corrigindo, teremos adequadamente:

"Eu não aguento MAIS você", "Eu não queria, MAS preciso ir", "Eu preciso de MAIS paciência".

13 de jan de 2017

"LHE/LHES" ou "O/A/OS/AS"? DÚVIDA COM PRONOMES OBLÍQUOS

"Eu LHE amo", "Eu LHE vi", Eu LHE conheço". Formalmente estas construções são inadequadas.
 

O pronome "lhe" é sintaticamente OBJETO INDIRETO (ou seja, substitui uma expressão acompanhada de preposição, como OBEDEÇO A, PERTENÇO A). Não é o caso dos verbos AMAR, VER, CONHECER, que são VTD.

O correto seria "Eu O/A amo"; "Eu O/A vi"; "Eu O/A conheço".


Os demais pronomes (ME, TE, SE, NOS, VOS) são invariáveis.

"MIM" - UM INTRUSO INSISTENTE!

Na dúvida, experimente colocar um "a" antes de MIM. O erro será improvável.

Ela MIM ama (errado) = Ela A MIM ama (correto).

Seria mais interessante usar "Ela ME AMA", mas como está difícil, a dica acima pode ser válida.

"AO ENCONTRO DE" ou "DE ENCONTRO A"?

"Minhas ideias VÃO AO ENCONTRO DAS suas" ou "Minhas ideias VÃO DE ENCONTRO ÀS suas"?

Depende do que se quer expressar. No primeiro caso, "ao encontro de" indica ACORDO, CONVERGÊNCIA; no segundo, "de encontro a" sinaliza DIVERGÊNCIA ou DESACORDO.

Então, na primeira sentença alguém concorda com as ideias do outro, enquanto que na segunda, discorda-se de alguém.

Sentidos totalmente opostos.

"A" ou "HÁ"? UMA DÚVIDA COMUM E PERTINENTE.

"Estou aqui HÁ muito tempo" ou "Estou aqui A muito tempo"?

Nas condições de temporalidade, formalmente, o adequado é empregar A para tempo futuro, enquanto que HÁ deve ser usado com tempo decorrido (semelhante à forma FAZ).

Então, o correto seria escrever:
"Estou aqui HÁ muito tempo" (FAZ muito tempo).

Numa frase indicativa de futuro, o A poderia se 'encaixar' da seguinte maneira:
"Daqui A pouco estarei aí".