11 de mai de 2014

MATÉRIA


O artigo sobre educação, como rotineiramente ocorre com Gustavo Ioschpe, é polêmico, mas a parte específica que reproduzo é, infelizmente, a mais pura verdade:

"Aí esses pais, e a mídia, vão finalmente querer entrar nas escolas para entender como é possível investirmos tanto e colhermos tão pouco. (...). Verão a quantidade abismal de professores que faltam ao trabalho, que não prescrevem nem corrigem dever de casa, que passam o tempo de aula lendo jornal ou em rede social ou, no melhor dos casos, enchendo o quadro-negro para o aluno copiar, como se isso fosse aula. (...)"

Veja, abril, 14.05.2014.

Nenhum comentário: