14 de ago de 2013

O FOCO DA PROPOSTA

O FOCO DA PROPOSTA

Nas análises dos diversos textos corrigidos na preparação ao vestibular, temos deparado com um problema bastante preocupante, que - na verdade – envolve diretamente a habilidade linguística COMPREENSÃO – INTERPRETAÇÃO: o foco da proposta. Os alunos – em grande parte – não vêm conseguindo enquadrar os seus argumentos adequadamente nos temas propostos.

A seguir, exemplificaremos 3 temas de redação e 3 parágrafos de desenvolvimento que se desviam parcialmente do que foi sugerido na proposta. Depois, faremos breves análises.

1º TEMA: O VOTO CONSCIENTE COMBATE A CORRUPÇÃO, EVITANDO QUE VERBAS SEJAM DESVIADAS DOS COFRES PÚBLICOS?

"É  preciso ter consciência para não vender um bem tão precioso como o voto; quem o transfere por dinheiro ou outras vantagens está simplesmente alimentando a corrupção, pois o indivíduo eleito não terá - em tese - obrigações para com o eleitor. Para haver legitimidade do processo eleitoral, o voto não pode ser vendido, sob hipótese alguma."

Comentários: O parágrafo acima foca-se exclusivamente na compra e venda de votos, quando na verdade o correto seria abranger o combate à corrupção em geral, principalmente depois de o candidato ser eleito. Isso configura fuga parcial ao tema.

2º TEMA: O USUÁRIO DE COCAÍNA CONTRIBUI PARA O FINANCIAMENTO DO TRÁFICO E CONSEQUENTEMENTE DA VIOLÊNCIA?

"As drogas são um mal que assola o Brasil e, por esse motivo, precisamos urgentemente combatê-las. Os pais devem orientar seus filhos desde os primeiros passos, instruindo-os e acompanhando-os para que não adentrem nesse caminho. A sociedade civil também tem obrigação moral de buscar soluções para um problema que não é de um indivíduo, nem de um grupo, é da população, de todos nós brasileiros de bem."

Comentários: Apesar da boa articulação textual, este não se apresenta de maneira adequada ao tema proposto o que – no presente caso – constitui fuga quase que total ao tema proposto. O enunciado concentra-se em saber se o usuário de cocaína financia a violência, mas o redator se limita a abordar o mal que a droga traz e sugere soluções para resolver o problema, sem sequer citar a cocaína.

3º TEMA: AO REGULAMENTAR A UNIÃO CIVIL DE HOMOSSEXUAIS, O STF ACERTOU OU ERROU?

"Não aceitar a homossexualidade constitui sinal de intolerância, o que é totalmente inadmissível nos dias atuais. O mais coerente é aceitarmos as opções de cada um, por isso me posiciono em favor da união homoafetiva, defendendo que assumam suas posições e que não sejam agredidos em virtude da vida que escolheram para si. Cada um decide aquilo que melhor lhe convém."


Comentários: A proposta sugeria como tema o acerto ou o equívoco por parte do STF - SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - quanto ao reconhecimento da união civil entre pessoas do mesmo sexo. O trecho acima, entretanto, apesar de ser bem redigido, concentra-se em defender a aceitação da homossexualidade. Isso seria viável para outra proposta. Também houve, aqui, fuga parcial ao tema proposto.


4 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom professor!!! Essa análise é muito importante para nós estudantes que buscamos aperfeiçoar nossa escrita.
Obrigada!

Christina

Anônimo disse...

Muito bom professor!!! Essa análise é muito importante para nós estudantes que buscamos aperfeiçoar nossa escrita.
Obrigada!

Christina

Anônimo disse...

Muito bom professor!!! Essa análise é muito importante para nós estudantes que buscamos aperfeiçoar nossa escrita.
Obrigada!

Christina

CASSILDO SOUZA disse...

Obrigado a você, por nos prestigiar. Grande abraço!