23 de jul de 2014

PROFESSOR: UM OFÍCIO ÁRDUO, UMA VOCAÇÃO

Interessantes são as situações a que nos submetemos diariamente. Ser professor, além da carga que já constitui, sabida de todos, ainda tem o agravante de gerar desconforto nas pessoas, levando-as a nos incentivar que - assim que pudermos - devemos mudar de profissão. À maioria das vezes, tal conselho é bem intencionado.Já ouvi diversas vezes frases do tipo "Você merece coisa melhor", "Saia dessa vida".  Existem, no entanto, questões que precisam ser esclarecidas.

Quem é professor por convicção (grupo no qual me enquadro) tem a ciência das dificuldades que os governos - e, infelizmente, a sociedade - nos impõem. De sã consciência, aqueles que escolheram tal ofício o fizeram por se identificar com aquela atividade, por ter o espírito colaborativo que esses profissionais carregam desde cedo. É uma questão de vocação, a qual se vai descobrindo ao longo do tempo. Reconhecimento profissional, quando existe, vem do aluno crítico, o qual faz questão de exaltar o trabalho. Mas isso é muito valioso e motivador.

Entendo que quando as pessoas nos aconselham a mudar a área de atuação, estão considerando o lado financeiro como prioridade. E, de fato, financeiramente os professores estão distantes de serem bem remunerados. Outros problemas tão ou mais graves do que o aspecto salarial, como estrutura física das escolas, falta de professores, desinteresse da sociedade, também são pontos que desanimam muita gente. E não queremos esconder tais situações, porém nem mesmo isso tira o prazer de realizarmos o que escolhemos.

É, logo, um árduo ofício, mas nem por isso costumamos desistir. Isso não impede que busquemos o que nos é garantido pela Constituição, como tem ocorrido constantemente. Por outro lado, não podemos fugir de nossas obrigações: devemos ser exemplos, independentemente de qualquer coisa, posto que o fato de se tratar de uma profissão pouco reconhecida economicamente não justifica o descaso com os alunos, a falta de compromisso e o despreparo. Ser professor é desempenhar um ofício árduo: uma vocação.

Nenhum comentário: