PRESENTATION IMAGE

13/08/2009

MODELO DE CARTA ARGUMENTATIVA

Transcrevo um modelo de carta argumentativa mais adequada ao momento atual. Vale a pena conferir. Trata-se de um pedido de afastamento do Presidente do Senado, José Sarney.


Brasília, 30 de julho de 2009.


Excelentíssimo Senhor Presidente José Sarney,


Com as minhas considerações, venho tratar de um assunto bastante recorrente na mídia nos últimos meses, o qual envolve diretamente V. Exa., como Presidente do Senado Federal, Casa pela qual tenho o maior respeito. Trata-se de denúncias de favorecimento a vários senadores, por via de Atos Secretos, inclusive o Senhor, fato que envergonha a todos nós, brasileiros.
A minha visão é de que o Senhor Presidente deveria pedir afastamento do cargo. Sem querer fazer um julgamento precipitado, mesmo porque todos são inocentes até que se prove o contrário, o fato é que as denúncias existem e não são simples. São muitos os indícios de beneficiamento ilícito, como casos de nepotismo e aumento de verba indenizatória, sem publicação nos devidos órgãos de imprensa oficiais. Vossa Excelência aparece ligado a diversos desses Atos e, por isso, acho que sair, pelo menos temporariamente, seria uma prova de que pretende colaborar com as investigações.
Tais investigações constituem um elemento decisivo para a transparência pública, uma vez que a sociedade precisa ter conhecimento de como o dinheiro de seus impostos e tributos estão sendo aplicados. Num país em que a educação e saúde, só para citarmos duas áreas, costumeiramente vão de mal a pior, é inadmissível aceitarmos que ocorrências dessa natureza sejam consideradas normais. Por esse motivo, entendo que o Excelentíssimo Senador deve pedir licença, visando sempre ao interesse público.
Como cidadão brasileiro, consciente de minhas obrigações e direitos, é este o meu posicionamento. Se quem não deve não teme, dê-se a chance de esclarecer o que Senhor mesmo chama de denúncias infundadas, e isso só pode ser feito a partir do momento em que não mais ocupar a Presidência dessa Egrégia Casa, pois a sua imagem estará desvinculada de toda e qualquer “manobra” que porventura exista para não prolongar o caso.

Com os meus respeitos.

Povo Consciente.

43 comentários:

Cássia Araujo disse...

Professor Cassildo, adorei sua carta. Peço já sua licença para utilizá-la, com os devidos créditos, em uma aula que estou preparando para o meu estágio. Sou aluna do último período da faculdade de Letras do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora, cidade da Zona da Mata Mineira. Gostaria de, posteriormente, entrar em contato com o senhor para registrar a reação dos meus alunos. Muito obrigada desde já, sua carta caiu como uma luva para a minha aula!

Cássia Araujo

CASSILDO SOUZA disse...

Muito obrigado, Cássia. Claro que pode utilizar a carta. Faço isso com todo o prazer e é excepcional uma pessoa de tão distante ter esse contato com o blog. É para isso que existe a internet, não é mesmo? Os textos de minha autoria (como é o caso desse) podem ser utilizados à vontade. É muito saber que estou contribuindo para o aprendizado de muita gente. Se quiser entrar em contato comigo, o e-mail é: duvidasnoar@hotmail.com.
Um abraço.

Professora Alezângela disse...

Olá professor Cassildo,sou conterânea sua e já nos cruzamos muitas vezes pelos corredores da UFRN -CURRAIS NOVOS.Atualmente, resido em Jardim de Piranhas, onde leciono Língua Portuguesa e Literatura no Ensino Médio,procurando textos para subsidiar minhas aulas encontrei seu blog e fiquei muito feliz pela grandeza de suas postagens, parabéns.Peço sua autorização para utilizá-los em minhas aulas,claro que frisando sempre o nome do ilustre autor.

Alezângela de Fátima

CASSILDO SOUZA disse...

Alezângela, muitíssimo obrigado. Fico feliz em receber depoimentos como esse,porque o blog foi criado para dividir as idéias, poder contribuir com essa área tão importante para a formação, que é a escrita. E é claro que pode usar o meu exemplo de carta argumentativa, isso só me engrandece, foi por tal razão que abri essa página. Conte comigo sempre e parabéns por se preocupar em enriquecer as suas aulas. Um abraço.

PAULO ROBERTO DO NASCIMENTO disse...

Professor Cassildo, nada mais é justo do que a observância direta, verdadeira, requisitada por muitos brasileiros e políticos impariciais. A questão é a ombridade de um cidadão que tem o poder de... em sua própria razão. Espero que o codadão em pauta, retenha em seu entendimento o que você mestre produziu honradamente aos olhos de muitos outros mestres e cidadão comuns.
Cooroboro na íntegra com as suas palvras escritas e dirigidas ao cidadão em questão. Parabéns Professor Cassildo.
Paulo Roberto do Nascimento
Campina Grande - PB.
83-8750-6922.

PAULO ROBERTO DO NASCIMENTO disse...

Professor Cassildo, nada mais é justo do que a observância direta, verdadeira, requisitada por muitos brasileiros e políticos impariciais. A questão é a ombridade de um cidadão que tem o poder de... em sua própria razão. Espero que o codadão em pauta, retenha em seu entendimento o que você mestre produziu honradamente aos olhos de muitos outros mestres e cidadão comuns.
Cooroboro na íntegra com as suas palvras escritas e dirigidas ao cidadão em questão. Parabéns Professor Cassildo.
Paulo Roberto do Nascimento
Campina Grande - PB.
83-8750-6922.

Tamara disse...

Professor sera que o senhor podia me dar umas dicas de como escrever uma carta agumentativa sobre o aquecimento global e as eleicoes?
Desde ja agradeco.

Anônimo disse...

Créeeeeu!

Carol disse...

Professor Cassildo, meus parabéns... Nossa, fiquei pasma de ler uma carta com coerência e com coesão! Sou estudante do ensino médio, e indubitávelmente és uma pessoa que admiro muito.

Mirelle disse...

Professor Cassildo, adorei a forma como você apresentou seus argumentos. Obrigada pela ajuda, pois era o que eu estava realmente precisando. Usei ela como modelo da minha carta argumentativa. Muito obrigada, e abraços.

Mirelle Maganha

Luana Silva disse...

parabéns! excelente o texto!!!!!

Lette Mirra disse...

Professor Cassildo, estava procurando um modelo de carta argumentativa para uma folha de exercícios de revisão de conteúdo, adorei esta e tomei a liberdade de copiá-la, tenho certeza que meus alunos também irão gostar. Um grande abraço.

CASSILDO SOUZA disse...

Obrigado, Lette. Pode usar à vontade, isso deve ser compartilhado mesmo.

Um abraço,

Cassildo.

Aro Órleans Gastão disse...

Professor Cassildo, eu sou aluno do sétimo ano (sexta série do ensino fundamental).
Achei sua carta argumentativa excelente. Servirá muito bem para meu trabalho de redação do meu colégio. Uma das características boas dessa sua carta foi o atual assunto existente no Brasil. Agradeço pela carta e peço licença (na realidade já copiei e imprimi a carta argumentativa, mas vale pedir autorização, não é?, kkkk) para usá-la com seus devidos créditos na minha aula. Obrigado! Sua carta me ajudou muito!

Yago calvet. disse...

Muito bom professor cassildo,seu post me ajudara e muito na minha prova hj.

Obrigado,abraço.

pokemon disse...

Professor Cassildo, Muito obrigado por sua carta me ajudou muito, por que eu estava procurando no google alguns exemplos de cartas pois tenho uma prova pra fazer

CASSILDO SOUZA disse...

Obrigado, sempre um prazer receber esses elogios, porque isso não se trata de manter os egos inflados. Mas, ao contrário, dá orgulho em saber que estamos dando nossa contribuição com uma das coisas mais fantásticas que existem: a escrita.

Felipe disse...

Adorei sua carta, e me adudou muito como modelo para um trabalho escolar.
Muito obrigado

Débora Oliveira disse...

Professor Cassildo, peço autorização para usar o seu modelo de carta em minha aula de produção textual. Desde já parabenizo pelo excelete blog. Muito obrigada!
Abs,

Débora

muculmano disse...

Uma pergunta em um vestibular se esquecer de colocar a data de uma carta argumentativa corro o risco de zerar?
E em uma carta argumentativa pode ser colocado titulo?

CASSILDO SOUZA disse...

Não se preocupe, Muçulmano. Não corre o risco de zerar porque esqueceu a data. Você será penalizado na nota, mas nada que comprometa o teor geral do texto. Pode ficar tranqüilo.

CASSILDO SOUZA disse...

Pode usar, Débora. Ficarei honrado. Este espaço é para ser compartilhado e isso só me deixa satisfeito, por entender que está sendo útil. Um abraço.

Angelo Luis disse...

Se nós alunos tivéssemos a linguagem formal como algo simples em nosso dia a dia seríamos melhores nas dissertações e cartas argumentativas. O pior é ter que assumir que não nos damos bem por falta de interesse próprio, por que os professores não só falam como nos estimulam a falar e escrever formalmente.Gostei muito da sua escrita e aproveito para lhe parabenizar professor por exibir esse e outros materiais que tanto estão me ajudando.

CASSILDO SOUZA disse...

Obrigado pelos seus comentários generosos, Ângelo Luís. O que você disse é a mais pura verdade, precisamos exercitar no dia-a-dia a formalidade, sob pena de não nos acostumarmos a isso numa prova de redação. Grande abraço!

Magno Cena disse...

Olá, Cassildo! Estava procurando em sites modelos de carta, até que encontrei seu blog. Ainda tenho dúvida a respeito de três coisas: a data, vocativo e o "atenciosamente" no final. Minhas dúvida é ONDE deve ficar cada um. Já vi outros exemplos com a data no lado esquerdo superior, o vocativo no lado esquerdo superior(logo abaixo da data) e o "atenciosamente" no lado esquerdo inferior

Eu já procurei em vários materiais. inclusive, tenho um aqui com as melhores redações da UNICAMP e com um exemplo de carta com essa mesma estrutura que disse. E já vi professores, dizendo que a data deve ficar do lado direito. Ou seja, cada fonte que procuro diz dá uma posição diferente à data, ao vocativo...

Existe uma "mais certa", como, por exemplo, para num concurso público, ou as várias formas são aceitas, não importando o lugar onde ficam?

Magno Cena disse...

Olá, Cassildo! Estava procurando em sites modelos de carta, até que encontrei seu blog. Ainda tenho dúvida a respeito de três coisas: a data, vocativo e o "atenciosamente" no final. Minhas dúvida é ONDE deve ficar cada um. Já vi outros exemplos com a data no lado esquerdo superior, o vocativo no lado esquerdo superior(logo abaixo da data) e o "atenciosamente" no lado esquerdo inferior

Eu já procurei em vários materiais. inclusive, tenho um aqui com as melhores redações da UNICAMP e com um exemplo de carta com essa mesma estrutura que disse. E já vi professores, dizendo que a data deve ficar do lado direito. Ou seja, cada fonte que procuro diz dá uma posição diferente à data, ao vocativo...

Existe uma "mais certa", como, por exemplo, para num concurso público, ou as várias formas são aceitas, não importando o lugar onde ficam?

Magno Cena disse...

Olá, Cassildo! Estava procurando em sites modelos de carta, até que encontrei seu blog. Ainda tenho dúvida a respeito de três coisas: a data, vocativo e o "atenciosamente" no final. Minhas dúvida é ONDE deve ficar cada um. Já vi outros exemplos com a data no lado esquerdo superior, o vocativo no lado esquerdo superior(logo abaixo da data) e o "atenciosamente" no lado esquerdo inferior

Eu já procurei em vários materiais. inclusive, tenho um aqui com as melhores redações da UNICAMP e com um exemplo de carta com essa mesma estrutura que disse. E já vi professores, dizendo que a data deve ficar do lado direito. Ou seja, cada fonte que procuro diz dá uma posição diferente à data, ao vocativo...

Existe uma "mais certa", como, por exemplo, para num concurso público, ou as várias formas são aceitas, não importando o lugar onde ficam?

CASSILDO SOUZA disse...

Magno, há, sim, essa flexibilidade. O modelo que utilizei é o mais conhecido, mas a data pode também ficar do lado esquerdo, bem como o vocativo ser logo abaixo dessa data. Isso não é o que vai prejudicar o seu texto. Você encontrará vários modelos. O "atenciosamente" pode ficar no lado esquerdo, desde que a assinatura também fique.Espero ter esclarecido suas dúvidas. Obrigado por acessar!

Salete Maria Malacarne disse...

Professor Cassildo:Gostaria de utilizar sua carta (muito bem argumentada) em um projeto pedagógico que estou desenvolvendo em Língua Portuguesa.Será que posso contar com sua autorização para utilizá-la no corpo do trabalho citando claro, seus créditos? Aguardo resposta.
Salete Maria Malacarne-saletemalacarne@hotmail.com
Pranchita Pr 85730-000

CASSILDO SOUZA disse...

Claro que pode utilizar, sim. Será o maior prazer, afinal a ideia é divulgar mesmo para contribuir com as pessoas. Obrigado por acessar e grande abraço!

Felix Vest. disse...

Vou presta vestibular agora no meio do ano, e a redação e uma carta argumentativa mais tenho uma duvida: para quem eu devo direcionar o carta como por exemplo no ultimo vestibular o tema foi "Superpopulação e fome:que relação há entre o aumento populacional e a fome no mundo". para quem devo escrever esta carta ? meu e-mail e rjuniorsousa@bol.com.br . responda por favor.

Manoel disse...

Também sou professor de língua portuguesa. Seu trabalho é excelente. Posso utilizar seus textos em minhas aulas?
Manoel

Manoel disse...

Também sou professor de língua portuguesa. Seu trabalho é excelente. Posso utilizar seus textos em minhas aulas?

CASSILDO SOUZA disse...

Claro que sim, Manoel. É um prazer ter nossos textos citados em qualquer que seja o material. Esse trabalho é para ser mesmo compartilhado. Grande abraço e obrigado por prestigiar.

karina disse...

parabéns pelo seu blog.. me ajudou muito em um trabalho ;)

bianca disse...

Professor Cassildo gostaria que me ajudace com uma carta argumentativa. Curso o ensino medio. Conto com sua ajuda.

Anônimo disse...

professor cassildo, muito boa a sua cata em.
gostaria q vc fizece uma para o deputado maco maia sobre o nepotismo se possivel.
obrigado

Natalie Santos disse...

Professor Cassildo, sua carta me ajudou muito. Adoro o seu blog!!

CASSILDO SOUZA disse...

Obrigado, Nathalie. Tento fazer o melhor para poder contribuir de alguma forma com a escrita das pessoas. Grande abraço!
Cassildo.

Paulinho Sales disse...

Professor, primeiramente parabéns pelo blog e pela dedicação. Minha indagação é a seguinte. Procurando por modelos de cartas argumentativas encontrei uma grande dificuldade em relação modelo padrão. Exemplos: no seu texto o senhor utiliza os pronomes de tratamento com letrsa maiúsculas em outro não. A data, cidade, são colocados no canto superior esquerdo ou direito? Deve-se pular linha após a data? E depois do"atenciosamente"? Cada parágrafo deve ou não ter o recuo? Essas dúvidas me perturbam! Rs.
Grato,
paulinhosequela@hotmail.com

CASSILDO SOUZA disse...

Caro Paulinho, boa tarde. Primeiramente, obrigado por acessar este espaço, que foi feito para compartilhar conhecimentos. Em relação às margens da carta e linhas puladas, você está correto. Acontece que às vezes a formatação do blog não permite fazer essas margens. O mesmo explica os parágrafos. Eles devem, sim, ter recuo. Deve-se pular sempre 1 linha entre LOCAL/DATA e VOCATIVO; outra linha entre o VOCATIVO e o TEXTO; entre o TEXTO e SAUDAÇÃO; entre SAUDAÇÃO e assinatura. O LOCAL/DATA podem ser à direita ou à esquerda; SAUDAÇÃO e ASSINATURA podem ser tanto à esquerda quanto centralizados. Temos outros modelos de carta no menu à direita da tela. Em relação às iniciais maiúsculas, elas devem constar nos pronomes de tratamento. Provavelmente houve erro na digitação nos trechos que não têm essas iniciais.
Grande abraço.

Anônimo disse...

Estou com uma duvida, fiz um vestibular que pedia para fazer uma carta argumentativa, fiz de acordo so que coloquei titulo, tem alguma coisa aver? Se tem, sou penalizado de que forma? Se minha prova valia 100 pontos e eu tirei por exemplo 60 sou penalizado em quantos pontos? desde ja agradeço.. Obs: sua carta ficou muito boa, Parabéns!

Junior Ferreira disse...

Estou com uma duvida, fiz um vestibular que pedia para fazer uma carta argumentativa, fiz de acordo so que coloquei titulo, tem alguma coisa aver? Se tem, sou penalizado de que forma? Se minha prova valia 100 pontos e eu tirei por exemplo 60 sou penalizado em quantos pontos? desde ja agradeço.. Obs: sua carta ficou muito boa, Parabéns!