1 de set de 2012

REFUTAÇÃO - ISOLADO DE 21.08.2012


REFUTAÇÃO

Refutar: desmentir, negar, discordar, desqualificar. Enfim, contestar argumentos utilizando-se de idéias opostas àquelas anteriormente discorridas.

EXEMPLO:

Leia o trecho a seguir:

Cotas: importância histórica para o país.

"É um marco. É também relevante porque não se trata apenas da reserva de vagas para estudantes negros, mas é, principalmente, uma política de acesso e permanência de estudantes negros na universidade. É, portanto, um conjunto de medidas tomadas de maneira democrática. (...) É o ponto de partida e várias universidades seguirão o mesmo caminho e terão a UnB como uma referência positiva. Assim possibilita-se a formação de técnicos e quadros superiores (...). Essa também é uma forma de acesso da população negra jovem aos escalões de tomada de decisão e ultrapassa a barreira do negro como executor e mão de obra barata".
[Ubiratan Castro de Araújo, Ex-Presidente da Fundação Cultural Palmares, 2004]
REFUTAÇÃO / CONTESTAÇÃO
Cotas: absurdo total

"Absurda essa política. Se você 'oferece cotas', confirma que o negro é marginalizado e incapaz, por isso precisa de ajuda oficial e paternalista. Reafirma-se a diferença - e não o contrário, que é a necessidade de eliminá-la. A única solução decente para o ingresso democrático da juventude na universidade é lhe dar uma educação de qualidade para que - aí, sim - não haja diferença entre o aluno do colégio público e do colégio "de elite". E o que é a educação pública hoje? Uma calamidade que piora há 40 anos. Então quem discrimina, afinal? Não é o próprio Estado, que não dá preparo digno aos alunos?

[Profa. Dra. Márcia Di Roberto, educadora, em palestra proferida na UNIP-SP, em abril de 2008, no curso de Pós-Graduação em Letras]

Nenhum comentário: