28 de set de 2013




O cuidado que devemos ter, enquanto professores, é que jamais poderemos deixar de prestigiar os alunos comprometidos com os estudos; numa sala com 35 alunos, os 5 desinteressados - sob hipótese alguma, a meu ver - poderão inviabilizar o interesse dos 30 restantes. Se costumamos afirmar que "a vontade da maioria normalmente vence", em alguns ambientes escolares isso não se tem tornado realidade. 

Como profissional, entendo que, além de serem maioria, os 30 alunos restantes estão ali para aprender, ou seja, são quantidade e qualidade, já que é a esse fim que a escola se destina. O que foge disso, para mim, é distorção.

Nenhum comentário: