14 de ago de 2011

PAI. NÃO DEIXE PARA DIZER DEPOIS...

Quantos filhos dariam a vida para conhecê-lo;

Quantos filhos não lhe dispensam o devido valor;

Quantas vezes sua falta é percebível, depois que de casa saímos;

Quantas vezes nos procura e não lhe damos atenção;

Quantos pais que perdem sono, para que o filho cresça bem;

Quantos filhos crescem para depois tirar o sono do pai;

Quanta emoção vê-lo feliz por cuidar dos seus meninos;

Quanta tristeza haver filhos que não cuidam de seus pais;

Quanta alegria poder dizer, agora, "meu pai";

Quanta comoção poder ouvir "seu pai";

Quanta justiça é feita pelo "dia dos pais".

Parabéns aos pais,

Parabéns a nós, que temos pais. Poder reconhecê-lo em vida é um privilégio sem tamanho.

Nenhum comentário: