26 de jan de 2009

À procura dos sentidos (Cassildo Souza)

Vou em busca do mundo
Pois ainda não o vi,
Não sei que cor ele é.
Vou em paz,trilhando a pé,
Sentindo o chão.
Vou ouvindo o seu som
Natural, em qualquer tom.
Vou falar aos seus lugares
Pronunciar suas trilhas
Vou inalar seu aroma
Indefinido, mas familiar
Talvez por eu já conhecê-lo,
Mesmo que não lembre
Mesmo que não sonhe
Embora adormecido.

Nenhum comentário: