27 de nov de 2010

A LUTA SÓ ESTÁ COMEÇANDO!

Foi um ano cheio de idas e vindas, altos e baixos. Os vestibulandos chegam a um momento de decisão, que lhes poderá mudar a vida: as provas do vestibular / 2011. Alguns, ainda em revisões de véspera, outros descansando a mente. Como preferir, o fato é que muitas coisas devem passar na cabeça de todos eles a partir do início das provas, amanhã.

As dificuldades enfrentadas no decorrer do ano devem ser motivo para reforçar a vontade e capacidade de atingir a meta programada. Sabemos o que muitos estudantes sofrem para poder dar conta da escola, simplesmente porque muitos a conciliam com o trabalho. Outros parecem ter perdido a perspectiva ou não acreditar no sistema em que estão inseridos para que possam alcançar seus propósitos.

O fato é que a batalha está sendo introduzida agora. Muitas trincheiras, armadilhas, trilhas sinuosas estão à espreita e devem ser transpostas. Mas tudo será feito com muita esperança, fé, amor próprio. Que sejam esquecidas diferenças pessoais. Cada um deve trabalhar por si, apenas para si, mas sem a necessidade de que desejar a queda do outro.

Professores que estiveram ao longo do ano com vocês sentem um vazio - neste momento - pela lacuna que será deixada nos dias em que não mais haverá aula. Sentir-se-á falta até mesmo dos momentos críticos, dos embates, das discordâncias: aspectos que têm que existir para que o crescimento geral e o avanço aconteçam. Mas tudo isso será superado com o esperado sucesso desses guerreiros a partir de amanhã.

Apresento, aqui, meu sincero sentimento de vitória por vocês. Que Deus os abençoe e ilumine as mentes que já estão saturadas, exaustas de tanto acumular conhecimentos e dúvidas, bem como de tentar eliminá-las. Para vocês, meu sincero boa-sorte e, independemente de onde estiverem, contem sempre comigo!

Meus abraços e cumprimentos!

Professor Cassildo.

Um comentário:

Anônimo disse...

Olá gostaria de tirar uma dúvida. A redação da UFRN 2011 foi uma carta, endereçada a sociedade de Natal. Até ai tudo bem, mas fiquei com medo depois que coloquei no cabeçalho da carta a data e cidade. Eu coloquei a cidade de onde eu estava fazendo a prova, e não era Natal, tem algum perigo de eles entenderem como se eu estivesse querendo me identificar na prova?
E acabar zerando a redação?
RESPOSTA PARA monna-mc@hotmail.com